Em sua nova fase, o Instituto AGF tem por finalidade a organização e a gestão da prestação de atendimento à saúde, ambulatorial, de baixa complexidade, para públicos específicos, abrangendo consultas médicas e odontológicas, serviços de apoio ao diagnóstico e atividades complementares, voltados para a prevenção, a detecção precoce de patologias e procedimentos curativos básicos. (Saiba mais)

Setembro Amarelo alerta para a conscientização e prevenção ao suicídio

O suicídio não é um fenômeno recente, mas os números têm impactado tão fortemente os órgãos internacionais de saúde que não há dúvidas: estamos diante de um grave problema de saúde pública. No Brasil, cerca de 12 mil pessoas tiram a própria vida por ano, quase 6% da população. No mundo, são cerca de 800 mil suicídios anuais. O Brasil só perde para os EUA.

Não por acaso, desde 2003, o dia 10 de setembro foi escolhido como o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. No Brasil, a campanha Setembro Amarelo foi iniciada há cinco anos.

No mundo, as notificações apontam para um suicídio a cada 40 segundos. No Brasil, a cada 46 minutos uma pessoa tira a própria vida. Uma realidade devastadora quando se identifica o perfil das vítimas brasileiras: a maioria é homem, negro, com idade entre 10 e 29 anos, segundo dados do Ministério da Saúde avaliados nos últimos quatro anos e divulgados numa pesquisa no ano passado.

Suicídios e transtornos mentais

Índices apontam que em mais de 90% dos pacientes que se suicidaram havia uma doença mental relacionada. Principalmente entre os jovens, cerca de 96,8% dos casos de suicídio estavam relacionados a transtornos mentais. Em primeiro lugar está a depressão, seguida do transtorno bipolar e abuso de drogas. Também são fatores de risco para o suicídio situações como desemprego, sensações de vergonha, desonra, desilusões amorosas, além de antecedentes de doenças mentais.

Mas a notícia mais impactante é: a OMS também afirma que o suicídio tem prevenção em 90% dos casos. Para ajudar na prevenção, o Brasil tem uma lei específica, a 10.216/2001, que estimula a permanência do doente mental em casa, recebendo tratamento nos Centros de Atenção Psicossocial, os Caps.Nessas estruturas, são atendidas pessoas que vêm em demanda espontânea, incluindo as que têm distúrbio psiquiátrico, pensamento suicida e tentativa de suicídio.

O Ministério da Saúde destaca que não há como detectar seguramente quando uma pessoa está vivenciando uma crise suicida, mas ela pode dar alguns sinais que devem chamar atenção da família e de amigos, como isolamento, abuso de álcool e outras drogas, mudanças bruscas de humor, diminuição do autocuidado e até a automutilação. Esses sinais, especialmente quando se manifestam constantemente, requerem atenção especial.

Centro de Valorização da Vida

Um importante aliado na prevenção do suicídio é o Centro de Valorização da Vida (CVV), que oferece apoio emocional gratuitamente, de forma voluntária, 24 horas por dia, pelo telefone 188 ou pelo site da instituição: https://www.cvv.org.br.

*Com informações do CVV e do Ministério da Saúde

Jhonatan Moura – Presidente do SIEMACO Guarulhos

Dizem que a organização social e o sindicalismo estão no sangue, a gente nasce com esse perfil. Jhonatan Silva Moura, presidente do SIEMACO Guarulhos, é um exemplo dessa afirmação. Aos 33 anos, ele é visto como um dos expoentes da nova fase sindical, com uma história de luta e de superação.
[Veja mais…]

Vídeos sobre Saúde

Saúde e Segurança do Trabalhador: um olhar diferente sobre o tema, que pode salvar vidas (Parte 2)
Neste episódio especial de Saúde e Segurança do Trabalhador, dividido em três partes, o Instituto Arlindo Gusmão de Fontes traz a discussão da importância da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), fala das dificuldades do dia a dia dentro do ambiente de trabalho e ressalta as boas práticas para manter os trabalhadores em segurança. Na primeira segunda, o diretor do SIEMACO ABC, Marcelo Avelino Lagares, especialista em Segurança no Trabalho, reforça a importância do tema. Confira!

Fique sabendo – Coronavírus

Estresse no trabalho

A maneira como lidamos com o estresse pode afetar seu bem-estar e o das pessoas de quem você gosta, tanto no seu local de trabalho, quanto em sua comunidade...

Cuidado! A pandemia não acabou

Apesar da vacinação no Brasil ter começado, o caminho ainda é longo. Faltam insumos, existem prioridades e todos os brasileiros ainda estão expostos. Para muitos especialistas...

Sua Saúde